Vamos decorar cookies?

0 Gostou

Nesta quadra de partilha, por excelência, fazer bolos, biscoitos ou bolachinhas e encher a casa com amigos para lanches intermináveis, é dos meus programas favoritos. Não me canso de pesquisar receitas e observar imagens de babar, daquelas que só de olharmos parece que já demos uma valente dentada. Eis que esbarrei em mais uma e não pude deixar de partilhá-la. Digam lá se as da imagem não são perfeitas e, muito provavelmente, deliciosas?

Quem me segue sabe que volta e meia partilho receitas de bolachas (AQUI e AQUI), por isso hoje, e como estamos em época natalícia, tenho uma proposta diferente.

Que tal recorrer a uma receita de bolachas ou biscoitos, que já dominem, (do vosso sabor favorito), fazê-las em forminhas de natal e experimentar decorá-las com glacé real? Enriquece o sabor mas, sobretudo, ficam com o ‘ar de festa’ tão apropriado a esta quadra.

Garanto-vos que não é assim tão difícil como parece… Ainda ontem fiz este bolo de limão coberto com glacé e garanto-vos que não custa assim tanto, exige apenas algum tempo.

Vão necessitar de:

220g Açúcar ‘normal’ (ou açúcar impalpável)
1 Clara de ovo
1 C. chá sumo de limão

As quantidades são meramente indicativas e, neste caso, darão para uma chávena de chá pouco cheia.

Ao que parece é a clara de ovo que ajuda a definir e endurecer a cobertura/o glacé. Também já me disseram que a quantidade de açúcar é variável e que fatores como a quantidade das claras ou a humidade do ar vão influenciam e determinam a consistência da cobertura.

Confesso que fiz o meu glacé real nesse aparelho maravilhoso a que deram um nome começado por B e acabado por Y… e os passos foram estes:

Com o copo limpo e seco, pulverizem o açúcar 15 seg/vel 9.

Adicionem os restantes ingredientes e programe 10 seg/vel 6.

Se preferirem fazê-lo à ‘moda antiga’ juntem as claras e parte do açúcar impalpável (um açúcar super fino misturado com amido de milho) e batam com a batedeira. Aos poucos, vão adicionando o restante açúcar com uma colher de sopa. Quando já tiverem a textura de um creme adicionem o sumo de limão e voltem a ligar a batedeira até a massa ficar firme.

Um truque final, e bastante útil, caso queiram reservar o glacé até à hora de cobrir as bolachas, é deixá-lo num recipiente tapado com um pano húmido. Resta agora ‘agarrarem-se’ ao saco de pasteleiro e cobri-las uma a uma pacientemente.

Se preferirem, podem conferir cor ao glacé, usando algumas gotas de corante alimentar. Decorem ao vosso gosto, naturalmente, embora o grande desafio seja tentar reproduzir as bolachinhas da imagem. Pelo menos as que têm cobertura total… As outras ficam para os que são PRO na matéria.

Inspirem-se e divirtam-se!

BolachasNatal1

BolachasNatal2

BolachasNatal3

BolachasNatal4

Ver também: ‘Queijo com compota de…Surpresa!’ e ‘Funny bunnies para esta Páscoa’

Acompanhem o blogue também pelo facebook, instagram e pinterest.

Deixe uma resposta