O projeto de Campo de Ourique: SALA

0 Gostou

Há já umas semanas que o tenho vindo a publicar no instagram. Apenas, e só, porque ao contrário do que gosto de fazer no blogue, no insta posso ir desvendando um bocadinho de cada vez, uma imagem hoje, outra amanhã…

Porém, é por aqui que faço questão de contextualizar, explicar e revelar tudo sobre cada desafio. O projeto de Campo de Ourique foi concretizado no ano passado mas só recentemente tive as fotografias tiradas pelo Marcelo Barbosa, como habitual.

O cliente pretendia um extreme makeover de todo o apartamento sem que isso implicasse grandes mudanças estruturais ou balúrdios em revestimentos e outros acabamentos. Embora de dimensões pequenas, trata-se de um t2, com o respetivo hall, sala, casa de banho, cozinha e terraço.

Sei que sou suspeita mas acho, claramente, que o objetivo foi alcançado – ganhamos essa noção quando vemos as imagens do antes e depois. A dois passos entre as Amoreiras e o Rato, depois desta remodelação o apartamento ficou bastante mais valorizado. A propósito, no decorrer da obra tive a oportunidade oferecer a uma leitora do decoralista (recordam-se deste post no facebook?) a antiga cozinha em madeira maciça – ainda num ótimo estado – uma gentileza permitida pelo proprietário. A senhora veio de Alenquer (salvo erro) e estava profundamente grata…nem imagino como fiquei contente por não ter ido tudo parar ao entulho como tantas vezes acontece.

Para não vos maçar muito 🙂 Hoje partilho apenas a sala. Noutros posts partilharei o hall, os quartos, instalações sanitárias e cozinha.

Esta divisão foi um enorme desafio não apenas pela sua dimensão, mas também disposição; um retângulo sem esquadria, com várias portas e outras condicionantes que não permitiam a solução perfeita para encostar o sofá, televisor ou mesa de refeições.

As imagens surgem ainda sem o televisor que ficou, entretanto, encostado na parede frente ao sofá. As paredes, pavimento e carpintarias brancas foram algumas das estratégias usadas para ampliar o espaço que também não era rico em luminosidade. O espelho na parede (quase integral) e a mesa de jantar feita à medida foi outras das soluções para enquadrar um elemento tão funcional como este num espaço tão escasso.

A arte é sempre uma boa forma de captar a atenção e revelar-se no factor Wow da divisão, e os apontamentos de amarelo… o toque mais funny para não se tornar numa divisão ‘’cinzentamente’’ aborrecida.

Fotos de Marcelo Barbosa Photography

Acompanhem o blogue também pelo facebookinstagram e pinterest.

Deixe uma resposta