Como transformar uma cave num (sofisticado) apartamento

Fico sempre orgulhosa quando vejo projetos fantásticos com assinatura portuguesa. Mais ainda se os autores fizerem parte do meu núcleo de amigos e ‘ultra mega mais’ se os mesmos fizerem parte da equipa do blogue! É o caso. O João Tiago Aguiar é o arquiteto que assina as nossas crónicas sobre esta temática e é a ele a quem o proprietário da antiga cave lisboeta (que vos trago hoje) tem de agradecer, por ter hoje um apartamento sofisticado, digno de capa de revista.

O desafio era converter os 170 metros quadrados desta cave situada na Rua Rodrigo da Fonseca, em Lisboa, num apartamento amplo e pleno de luz. Prova mais que superada!

Várias paredes foram demolidas e a distribuição da casa foi totalmente repensada e reorganizada. O objetivo era conseguir uma habitação fluida e pouco compartimentada ao contrário do que anteriormente existia. Um dos segredos passou por fazer nascer dos pequenos e escassos vãos existentes, largas janelas, abertas até ao nível do deck e jardim que se criou no logradouro.

Os materiais nobres, as linhas direitas e os tons brancos, pretos e cinza tornam-no num apartamento, verdadeiramente, do século XXI, onde a funcionalidade não ficou (obviamente!) esquecida. Ora veja.

jt 1

jt 2

jt 3

jt 4

jt 5

jt 6

jt 7

jt 8

jt 9

jt 10

jt 11

jt 71a

jt 71

Créditos: FG + SG

Acompanhem o blogue também pelo facebook, instagram e Pinterest.

Leave a Reply