A casa que apaixonou Cindy Crawford

0 Gostou

Fez parte da pequena elite dos anos 90 chamada Big Six, juntamente com Claudia Schiffer, Kate Moss, Linda Evangelista, Naomi Campbell e Christy Turlington. Efetivamente Cindy Crawford fazia parte do grupo de celebridades que não se “levantava da cama por menos de 10.000€ por dia”, tal como Evangelista chegara a confessar à revista Vogue.

Crawford foi capa de mais de 400 revistas, e fez tantos anúncios e campanhas comerciais que se torna difícil quantificá-los sem margem de erro. Passada a época da azáfama, e com os dias mais calmos, Rande Gerber, o marido, desafiou-a a mudar-se para Upper East Side. Ao inicio a ex-modelo resisitu, porém, não demorou muito até se render aos encantos desta localidade de Manhattan e, tal como podemos ler em entrevista à architectural digest, hoje já não se imagina a viver noutro local – este passou a ser o seu “santuário de loucura em Manhattan”.

O apartamento situa-se na Madison Avenue, tem um total de quatro quartos, espaçosos, com tetos altos e com uma boa distribuição. Crawford desejava combinar o velho com o novo e para isso pediu ajuda a quem sabe…  Michael S. Smith já havia desenhado duas casas para a celebridade, em Los Angeles, estando assim, habituado a interpretar rápida e eficamentez os ‘desejos’ de Cindy.

A cozinha e a sala de jantar foram mantidas intactas, mas no resto foram colocadas portas com aberturas mais amplas, permitindo um fluxo melhor de divisão em divisão, tiando também o máximo partido de luz natural.

A manequim aprecia materiais aconchegantes, com história, e de qualidade. Pelo que o bronze, o couro e a madeira são presenças assíduas, como percebemos pelo hall de entrada com a grande mesa de centro e o candeeiro.

O sofá da sala é longo e pesado, do século XIX, e Crawford usa-o como uma espécie de home office. Já na biblioteca, de paredes terracota, podemos encontrar uma mesa baixa, chinesa, e um sofá que convida a longas conversas…Para o quarto principal, Smith projetou um dossel anglo-indiano.

Não sei se concordam mas numa época onde a leveza do estilo escandinavo predomina, e as habitações são cada vez mais, espaços leves e integrados, a da (ex) top model parece-me “pesada” e antiquada. Imaginava-a num espaço mais moderno, jovial e até, divertido.

dam-images-homes-2001-03-crawford-hosl01_crawford (1)

dam-images-homes-2001-03-crawford-hosl04_crawford (1)

dam-images-homes-2001-03-crawford-hosl03_crawford

dam-images-homes-2001-03-crawford-hosl05_crawford

dam-images-homes-2001-03-crawford-hosl06_crawford

dam-images-homes-2001-03-crawford-hosl07_crawford

Outras casas famosas: Oprah Winfrey; Ellen DeGeneres; Gisele Bundchen ; Brooke Shields; Lady Gaga; Nina Garcia;  Celine Dion; Gwyneth Paltrow; Michael J.Fox; Jennifer Lopez; ; Jennifer Aniston.

Acompanhem o blogue também pelo facebook, instagram e pinterest

Deixe uma resposta